23 de Beltane

O Major Atem e sua trupe partiram do forte esta manhã, pouco depois de recebermos outra visita inesperada. Nosso novo hóspede é ninguém menos que o lendário Professor Allhazred, doutor historiador da Biblioteca de Rosetta. Ele parecia muito interessado em algo que Megan descobriu ao sul de Gehenn, um lugar citado nas rimas de um poeta demente dos Nômades Azuis. A conversa imediatamente despertou meu interesse, afinal que descoberta fascinante traria alguém tão renomado a estas paragens áridas? Iremos acompanhá-lo nesta exploração, revelando aos cavalheiros de Windlan quaisquer tesouros secretos que estejam escondidos nas areias de Al-Gober.

24 de Beltane

No início da manhã, enquanto a tropa realizava reparos no forte, uma imensa nuvem de gafanhotos cobriu Gehenn. Estas pragas são uma presença comum aqui no deserto, e tal fato normalmente não chamaria a atenção. No entanto, nenhum dos sentinelas de guarda avistou a origem do enxame. Ao que parece, ele se formou dentro da cidade, engolindo todo o perímetro do Sultanato em poucos minutos. O Professor Allhazred parece preocupado com o ocorrido. O velho passou o dia resmungando de um lado para o outro, perturbando o espírito dos soldados. Enviarei um destacamento para investigar o terreno, assim que os insetos começarem a se dispersar.

25 de Beltane

O destacamento enviado a Gehenn retornou com terríveis notícias. O soldado Ronan, que havia sido designado para acompanhar o Major Atem na função de rastreador, foi encontrado em um túmulo pelos soldados. O corpo decapitado estava enterrado com honras militares, próximo ao portão da cidade. Alguns cadáveres nas cercanias sugerem que o grupo foi recebido com violência, mas não havia sinal do Major ou de seus companheiros. Dentro de Gehenn, a situação era catastrófica. Uma parte do chão parece ter simplesmente implodido, comprometendo a maior parte das estruturas. Não foram encontrados sobreviventes, e a maior parte da população parecia ter sido brutalmente assassinada. Um dos corpos espalhados despertou tanta atenção dos homens que teve de ser trazido até o forte. Trata-se de alguma espécie de híbrido insetóide, algo como um gafanhoto bípede em tamanho humano. A criatura não se parece com nenhum dos humanoides conhecidos em Al-Gober, e deixou o Sr. Allhazred profundamente transtornado. Ibrahim, nosso médico de campo, irá embalsamar o espécime, para que ele possa ser estudado pelos especialistas da Real Sociedade Científica.

29 de Beltane

A situação é grave. Estamos a quatro dias em uma luta incessante contra os selvagens homens-inseto que cercaram Gehenn. Os bastardos são capazes de se mover sob a terra, tornando inúteis as defesas de nosso forte. Alguns são até mesmo dotados de asas, sendo estes os mais rápidos e perigosos. Sete de nossos homens já caíram, e metade dos restantes está seriamente ferida. O Major Oliver foi atingido por um grande pedaço de pedra, e não mais poderá continuar nesta expedição. Subimos nas estruturas para evitar ataques-surpresa, mas enquanto os miseráveis alados dardejam em nossa direção com seus ferrões, os escavadores tentam trazer o que sobrou da muralha abaixo.  Os inimigos já tomaram o armazém e agora ameaçam o quartel, onde estão presos Allhazred e Ibrahim. Se o desespero atingir os soldados a operação irá fracassar. Meu maior objetivo agora é mantê-los firmes e disciplinados, repelindo os grupos de inimigos com rajadas de mosquete, e explodindo barris de pólvora para tirá-los da areia. Na última investida, entrei em combate corporal com um insetóide de dois metros e meio, que deixou uma profunda mordida em meu ombro antes que eu pudesse abatê-lo. Todavia, em nenhum momento penso em desistir desta empreitada. A Coroa conta conosco e continuaremos lutando até o último soldado vivo.

30 de Beltane

Os reforços chegaram bem a tempo. A expedição está salva. Afastamos os insetóides com bombas incendiárias e gases alquímicos. As tropas de apoio trouxeram canhões e morteiros, que foram disparados contra Gehenn. Temos nossos próprios balões de apoio e estendemos a Rota 68 até o forte, onde será construída uma plataforma de embarque improvisada. A Sargento Robin, responsável  pelo novo regimento, foi rápida e firme em suas decisões, mostrando um desempenho exemplar na operação de resgate e retaliação. Entreguei-lhe o merecido posto de Major em substituição a Oliver, que retornará a Ravenest com os demais enfermos. Ao recebermos os novos suprimentos, nos deparamos com um carregamento de cervejas e uísques de Port Smoke, agradável surpresa que elevou consideravelmente a moral das tropas. As bebidas foram um presente de Nicholas Copper, Almirante Chefe dos Arautos do Vapor, que em carta revelou ser um grande entusiasta da expedição, tendo inclusive pretensão de visitá-la no futuro.

06 de Midsummer

O novo forte está inteiramente concluído. Do antigo restou apenas o velho armazém, que terá sua carga transportada aos poucos. Desfrutamos do que há de mais moderno na engenharia de Windlan, incluindo um gerador de campos elétricos que vem se mostrando deveras efetivo contra os enxames de gafanhotos carnívoros que vêm se deslocando para nosso território. Nossas relações com os Nômades Azuis ficam a cada dia mais amistosas, apesar dos problemas causados por bandoleiros remanescentes, que mesmo sem liderança organizada se mostram cada vez mais ousados. Não obstante, recebi duas excelentes notícias nos últimos dias. A primeira é de que o Major Atem está vivo e será recebido pela Rainha em breve, encantada como ela está pelas histórias de bravura do homem. A segunda é que Nicholas está para enviar um soldado muito especial aos meus comandos: um dos autômatos de guerra experimentais desenvolvidos pela Guilda dos Relojoeiros, que terá seu primeiro teste de campo aqui em Al-Gober.

29 de Setembro

A Major Robin partiu em uma importante missão, nos deixando órfãos de sua perspicácia brilhante e de sua graça jovial. Um ataque da Ordem da Meia-Noite ao Porto de Ravenest deixou a Coroa em alerta, colocando sob tensão a Marinha e as Rotas Aéreas. Ela foi designada para guiar um destacamento até a costa norte, onde irá defender a Rota 68 de possíveis ataques, após zepelins inimigos terem sido avistados na região. Neste momento de conflito, é vital assegurar o território da Aridez Sombria contra o domínio de Urwald. A província de Khaldur, a Oeste, ainda se mantém neutra até o momento, mas é necessário mantê-la sob vigilância constante. O Capitão Caliban, comandante da esquadra dos Caveiras Caolhas, será enviado até o Porto de Khaldur para assegurar suporte náutico caso se mostre necessária uma operação militar no local.

11 de Outubro

A primeira missão de Garruz, o autômato de guerra enviado para testes, foi um sucesso. Tutorado por um dos especialistas do Instituto Wolfsbane, Sr. Fenrich Coldsummer, o androide demonstrou grande habilidade e resistência durante uma operação em Gehenn. O objetivo do pequeno grupo enviado até o Sultanato era se apossar de um poço com propriedades aparentemente mágicas, conforme nos foi revelado pelos Nômades Azuis. Encantado ou não, o local forneceu um proveitoso suprimento de água para o forte, agora que não há mais como assegurar o suporte da Rota 68. Como era de se esperar, alguns dos insetóides que enfrentamos meses atrás ainda se encontram no Sultanato. Além disso, um grupo de bandoleiros tentou atacar o destacamento durante o caminho. Não poderemos mais tolerar esse tipo de contratempo enquanto temos preocupações maiores. Estamos a quase um ano sem qualquer avanço significativo nesse banco de areia. Chegou o momento de mostrar a bravura de Windlan a estes bárbaros do deserto. 

23 de Novembro

Uma grande equipe está sendo preparada para conduzir a expedição ao sul de Gehenn, liderada pelo Professor Allhazred e pelo arqueólogo Jonathan Brown, da Real Sociedade Expedicionária. Encontramos um grupo de Nômades Azuis que já esteve no local, e negociamos com eles alguns artefatos encontrados na região. Tratam-se de inúmeros fósseis, a maioria de curiosos animais aquáticos. Havia também um pedaço de âmbar fossilizado, que despertou bastante a atenção do Sr. Brown. O lugar para onde estamos nos dirigindo parece ser o que restou de um grande lago pré-histórico. Dunas móveis, chamadas de barchans pelos nômades, recobrem a maior parte da paisagem, ocupada também por antigas torres naturais de algum material fossilizado. Muito além delas há uma mata inexplorada, mais uma área no mapa que por séculos esteve em branco. Será uma viagem rumo ao desconhecido, a lugares que jamais alcançariam a luz da civilização, não fosse pela coragem de nossos homens.

Anúncios